domingo, 10 de outubro de 2010

Embriagada por você!

      Se me perde-se no calor do teu olhar, deixar-me entregar ao sabor dos teus beijos e ao aconchego que encontro em cada abraço. Ser invadida pelo som abafado do seu riso, o lacrimejar dos seus olhos. O toque suave da sua pele na minha, nossas trocas de carícias. Ah, como pesa. Isso tudo, preciso fazer um esforço enorme para carregar aqui comigo, esse amor que me domina. Preenche cuidadosamente cada canto do coração, posso até achar que sai junto com meu sangue pulsante invadindo as paredes das minhas veias, tomando espaço de todo meu corpo fazendo-me tremer.

     Isso é você dentro de mim, é você invadindo cada poro, cada célula, tornando-me um ser dominado pelo amor vicioso. Como cancêr, fazendo-me morrer por você. Querer você e não ter você. Vivendo, com pouco de mim e muito de ti.



Nenhum comentário:

Postar um comentário