quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Necessito ficar só

     E ao meu redor tudo parece vazio. Sem vida. De que adianta casas luxuosas, móveis luxuosos, ou talvez nem tão luxuosos assim, mas móveis. De que adianta, se você se encontra perdido em um quarto que era para ser seu refúgio mas de repente se transforma em um lugar seco e obscuro. Ao redor, tudo perdeu sua vida. Flores murcharam, as samambaias morreram! Só restou o tronco das árvores. Para onde voaram todas aquelas folhas? Aonde que a vida se escondeu? Me sinto dentro de uma brincadeira, esconde-esconde, e quem deve rebater sou eu. 
     Quando você olha ao redor, e se sente só. Preciso da natureza. Urgente! Estou derretendo nesse inferno de obscuridades, preciso de salvação. Ou talvez o que eu precise seja apenas de um lugar novo, uma casa nova, pessoas novas. É, acho que só preciso de um mundo novo! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário