domingo, 17 de outubro de 2010

Para alguém que já partiu

E agora aqui, refletindo sobre todos meus erros e acertos. Passando uma vida toda na frente de meus olhos, eu paro para prestar atenção nos detalhes. Todas aquelas lembranças, todos aqueles marcos, atitudes de segundos que me mudaram. Eu só tinha você! E assim, estupidamente, você foi levada para longe de mim.
 É como se aquele cheiro de comida viesse da cozinha, e você chegasse para me consolar. É possível sentir seu abraço mais uma vez? Uma única vez? Eu ainda era jovem quando você me deixou. Tem dias que acordo assim, te querendo aqui. Olho para aquela esquina e cadê a sua casa, vovó? Aqueles homens a destruíram. Não me deixaram entrar lá uma ultima vez. Me tiraram do caminho, e levaram tudo o que era seu. Levaram o que era para ser meu. Tem dias que a sua falta torna-se incalculável. Então eu lembro de momentos, simples, únicos e particulares. 
Como nós duas sentadas na beira da mesa da cozinha, jogando baralho, o seu riso abafado ecoando pela casa. Todo aquele carinho que só a senhora me dava. Talvez não seja preciso repetir toda uma vida aqui, nesse momento. Eu e você, sabemos de todos os marcos. Eu e você! Momentos que ficam em minha memória, e toda vez que aquela história se repete, eu a desejo aqui. Não sei se algum dia voltarei a vê-la, e se eu tivesse um único pedido, seria de ter o seu abraço aqui, mais uma vez comigo... Esteja onde estiver, não esqueça de mim, e eu não me esquecerei de você. Aonde estiver, estarei esperando por você. Esperando pela sua busca, para me levar ao lugar onde encontrarei paz novamente. 
E aqui eu me desculpo por nunca ter dito o quanto amei você, e agora você se foi. Se eu pudesse voltar alguns anos atrás... Eu era criança, não sabia. Eu devia ter lhe dito. Então, aonde você estiver, saiba que eu amo você. De todo meu coração. Obrigada por tudo, minha querida avó! Mande lembranças para o vovô. Algum dia eu ainda voltarei a vê-los. Enquanto isso, eu prossigo, com seu sorriso me dando forças para seguir adiante. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário