sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Partiu e me esqueceu

Lá fora a chuva cresce, lavando toda minha dor. Faz somente um dia desde que você me deixou - eu sabia antecipadamente que isso aconteceria - mas tu já me faz uma falta imensa. Eu disse para mim mesmo "seja forte, prossiga" mas acontece que eu cansei desse orgulho, então resolvi admitir. Eu sinto sua falta o tempo todo, sempre senti, e sempre a escondi. Então a chuva lá fora diminuía de intensidade como se me dissesse que esse tormento aqui de dentro passaria. Pois justamente. Passou. Passou, mas só o tormento. Agora esse lugar oco, que antes ficava meu coração - que deixei com você- esta tomado por uma intensa saudade de corroer cada milímetro do meu corpo fazendo-me ficar aqui, parado, contemplando o tempo perfeito e ansiando por um próximo abraço teu. Olhei mais uma vez pela janela, as nuvens, todas elas, passaram. Raios de sol estão cobrindo minha visão e eu tento te encontrar, mas desapareceu junto com elas... Desapareceu e me deixou aqui. Esqueceu de devolver meu coração, melhor assim. Deixo-te com ele. Meu coração sempre te pertenceu desde o dia em que vi aquele brilho do teu olhar a me seguir enquanto eu voltava pelo caminho de casa. E tudo o que eu queria agora, era te ter novamente em meus braços. Olhando para mim. Ou talvez por perto. Aqui, somente te queria aqui! 

Um comentário: