domingo, 5 de dezembro de 2010

Procuras

 Olho pela janela, outra vez, procuro motivação. Procuro sentimentos. Mas o vento lá fora não me trás nada mais, além de um pequeno sopro a tocar levemente meu rosto. Esqueço, canso. Largo as palavras, e me largo. Um dia a luz á de voltar, penso comigo. Um dia alguém á de me encontrar. Quem sabe até eu mesmo.