quarta-feira, 8 de junho de 2011

Pensamentos Noturnos

     Semana passada, eu estava assistindo um reality show musical, e um dos jurados falou ao julgado para ele encontrar sua identidade. Incrível como essas palavras ficaram em minha mente. Encontrar sua identidade... Encontrar minha identidade. De um tempo para cá, venho me sentindo perdida de mim mesma. Como se eu estivesse vivendo para os outros, e não para mim mesma. Então eu devo agradecer àquele jurado, por ter aberto minha mente - por mais que não tenha falado diretamente para mim. 
     Algumas horas antes de dormir, fiquei pensando em minha vida, em como ela esta e como eu gostaria que estivesse. Resolvi mudar. E quando digo mudar, falo de mudar geral mesmo. Mudar o quarto, mudar o cabelo, mudar as atitudes, mudar minha auto-estima, que por sinal, estava um pouco para baixo. Resolvi me dedicar mais aquilo que eu gosto, e ao que me faz bem. Com tudo isso, fui aprofundando mais meus pensamentos, e percebi como algumas coisas andavam erradas. Porque nós vamos fechando a porta, sem perceber, aos poucos na cara de algumas pessoas. Vamos nos restringindo e restringindo a vida dos outros. Precisamos nos doar mais, dar mais, confiar mais. Os erros, as desilusões e os tapas na cara da vida estarão sempre aí. Mas disso, vamos aprendendo a retirar bons frutos com o tempo.
     O mundo esta precisando de mais. Mais compaixão, mais humildade, mais amor, mais sabedoria, mais mentes abertas. Qual valor tem a ignorância e o desprezo, se apenas nos afastam de nossos amigos, amores, familiares? Como diz a nova propaganda da Coca-cola "Os bons são maioria". Ainda há esperança, ainda há lealdade. E enquanto tudo isso existir, o mundo ainda não estará totalmente perdido. Mas por primeiro, precisamos nos tornar essa maioria. O resto vem com o tempo!


Um comentário:

  1. Gostei muito do post; e realmente tudo nessa vida tem um jeito. A vida é muito curta pra nos ligarmos em coisas banais e esquecendo assim das coisas realmente boas.

    Bjss :*

    ResponderExcluir